a  b  c Homenagem a João Pernambuco
no 60° aniversário de falecimento
por Angelo Zaniol
AGRADECIMENTOS

Inúmeras são as pessoas que eu queria agradecer aqui, já que tantos foram os que me deram com tocante liberalidade algo de útil e às vezes de inapreciável valor, cujos frutos enriquecem desta ou daquela forma este trabalho. Me refiro a familiares, amigos (velhos, novos e virtuais, ou seja conhecidos na Grande Rede, mas nunca encontrados pessoalmente), músicos (compositores, arranjadores, executantes e professores), colecionadores de preciosidades do passado, como discos, fotos e partituras, e também desenhistas, construtores de instrumentos musicais, pesquisadores, ex-colegas de ensino, sem esquecer a legião de apaixonados do mundo inteiro pela MPB com os quais troquei no decurso do tempo um rol de cartas e e-mails, amiúde do maior interesse para mim. Com grande pesar meu, não posso citá-los  a todos com o risco de olvidar alguém, mas posso garantir que todos estão e sempre estarão no meu coração.
 
Há porém um número restrito de pessoas que faço questão de agradecer de uma maneira muito especial, pois que me ajudaram de perto, senão de modo determinante, na criação deste site dedicado a João Pernambuco, um dos grandes amores da minha vida. Portanto meus agradecimentos especiais vão (em ordem alfabética dos sobrenomes) a:


   Hélio AMARAL pelo apoio total e incondicional oferecido desde o início ao meu projeto, logo anunciado no seu Blog do Choro 2, e pelas tantas sugestões pontuais que recebi dele numa travessa de prata para melhorar meus arranjos, a medida que nasciam. Sem o bom Hélio, jamais este trabalho teria provavelmente visto a luz, pelo menos na sua forma atual.

  Leon BARG, proprietário da benemérita casa discográfica “Revivendo”, por ter-me permitido, graças à sua generosidade ilimitada, enriquecer enormemente minha coleção de gravações históricas das músicas brasileiras dos anos dourados e aprofundar com isso meu conhecimento neste tesouro sem igual. 

  Leandro CARVALHO – número um dos especialistas da vida e obra de João Pernambuco e além do mais seu intérprete atual mais fascinante e prestigioso – por ter lido no passado com magnânimo interesse o fruto ainda verde das minhas primeiras pesquisas sobre esse músico e por ter-me oferecido na época do lançamento seus dois esplêndidos CDs dedicados a Pernambuco, com uma bela dedicatória.

  Vittorio CECCHETTO pela sua excelente colaboração na transcrição de algumas gravações de João Pernambuco, trabalho que me permitiu absorver melhor a estrutura e o espírito genuíno da música do Mestre nordestino.

  Alexandre DIAS
por ter apreciado com indubitável convicção, entre os primeiros no Brasil, meus trabalhos em prol da MPB da Época de Ouro. Foi admirando seu soberbo site dedicado a Ernesto Nazareth, que tive há muito tempo a idéia de criar um dia algo de semelhante para resgatar a música de João Pernambuco, idéia que ele imediatamente aprovou. Na verdade aprendi muitas coisas deste jovem, mas já preparadíssimo pianista-pesquisador, com quem troquei no passado uma miríade de e-mails.


      
Florindo, Antonia, Anna Letizia e Federica GAZZOLA
pela amizade de longo curso e de rara qualidade que existe entre nós, bem como entre nossas famílias por completo. Estes queridíssimos amigos foram os primeiros que ouviram meus trabalhos musicais e me convenceram com seu contagiante entusiasmo que estava fazendo algo de bom.


     Valdinéa  MONTEIRO RODRIGUES
,  sobrinha-neta de João Pernambuco, e seu filho Mauro, pelo calor, cheio de simpatia e carinho, com que saudaram o nascimento deste site. Foi graças à esplendorosa generosidade da Senhora Valdinéa que nossa homenagem ao seu tio-avô pôde tornar-se rica de novos e preciosíssimos documentos, em parte ainda inéditos, que ela quis compartilhar com todo o mundo musical e cultural.

  Giovanni MORELLI
pela estima e simpatia que meu antigo chefe sempre me patenteou durante mais de vinte anos de frutuosa colaboração no Departamento de Disciplinas Artísticas na Universidade de Veneza. Apesar da MPB ficar bastante longe dos interesses deste musicólogo de fama mundial, ele apreciou e louvou constantemente os resultados das minhas pesquisas neste campo. Além de tudo, temos ambos um amor visceral pelos gatos e isto basta e chega...!  

  Ary Nogueira NEIVA
pelo caloroso apreço que ele, junto com toda a sua família exemplar, manifestou desde o começo de nossa correspondência para meu trabalho de pesquisador, arranjador e compositor. Mas sobretudo tenho com o querido Ary uma dívida inextinguível pela sua paciente, cuidadosa e extremamente autorizada consulta linguística: se meus textos em português/brasileiro são agora legíveis o mérito cabe-lhe por inteiro.

  Eugênio REIS
, violonista e pesquisador dos bons, por ter-me feito a honra de convidar-me a participar do Fórum Internacional de Violão Brasileiro, que, com suas áreas em inglês e português, fica hoje um dos mais autorizados e estimulantes. Graças às suas sugestões, sempre acertadas, o amigo Eugênio me permitiu reformar consideravelmente para melhor este site.

Pasquale SACCEDDU
pela calorosa amizade, generoso companheirismo e sinceridade nos seus juízos sempre acertados. Jamais eu ousaria hoje empreender algo de importante no domínio da MPB, que ele conhece como a palma da sua mão, sem ouvir antes a sua opinião. Tudo o que o Pasquale me diz fica para mim “água de beber”.

  Riccardo SCIVALES
– pianista, historiador do jazz e didata dos melhores que existem – por ter-me sempre encorajado nas minhas pesquisas e ainda mais na minha paixão pela composição, em particular de obras para o seu instrumento.

  Matteo SEGAFREDDO
pela viva e sincera consideração que sempre teve a respeito dos meus arranjos, apesar de eu ser um simples amador enquanto ele é compositor-arranjador profissional do mais alto nível e de renome internacional.

  Caio Cezar Barros SITÔNIO
por ter-me presenteado, durante minha estada no Rio de Janeiro em 1995, com muitas partituras raras de Pernambuco, aliás deveras difíceis de encontrar. Sem a esplendorosa generosidade deste violonista, com quem desde então perdi infelizmente todo contato, teria agora sido quase impossível para mim realizar alguns dos arranjos incluídos neste site.

      Sonia, Sebastiano e Simone ZANIOL
, ou seja minha esposa e meus filhos, que representam os dons de maior preço que a vida me ofereceu. Foi graças ao carinho e ao esteio moral, constantes e indefectíveis, destes três seres maravilhosos que eu pude realizar nos últimos trinta anos minhas obras mais apreciáveis: ensaios, composições, arranjos, CD-ROMs, desenhos e instrumentos musicais.

  Andrea ZUIN
por ter apreciado sem reservas, na sua qualidade de ótimo violonista erudito, minhas peças para seu instrumento e também meus arranjos para dois violões das músicas de João Pernambuco, que tive um dia o atrevimento de submeter-lhe.
In memoriam

Desejo lembrar aqui com pungente saudade e imutável carinho alguns caríssimos amigos que nos últimos anos me precederam na Grande Viagem. Do reino da eterna paz onde eles moram agora, junto com tantas outras almas eleitas da humanidade, queiram considerar com benevolência este meu trabalho, que não tiveram o tempo, cá em baixo, de ver nascer mas que seguramente teriam todos estimulado e apoiado na medida do possível.     


Abel
Cardoso Júnior

Ary
Vasconcelos

Dino
Sete Cordas

Gianni
Nicoletti

Milton
Varela Vilas
     
Entradas
Menu